SESSENTA E CINCO PESSOAS MORREM POR DIA NO ESTADO POR FALTA DE LEITOS DE RETAGUARDA

03/06/2019

           


Sessenta e cinco óbitos são registrados por dia no estado do Rio de Janeiro por falta de leitos de retaguarda utilizados para pacientes com doença raras e crônicas. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (03/06) pela presidente do Conselho Estadual de Saúde, Záira Costa, durante audiência pública da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), presidida pela deputada Martha Rocha (PDT) . “Esses dados são de um levantamento da defensoria pública federal no ano de 2019. Além das mortes, alguns hospitais se recusam a receber esses pacientes. Os hospitais devem se adequar às normas do Ministério da Saúde e oferecerem, mais leitos de retaguarda”, disse Záira.

Clique aqui: